Make your own free website on Tripod.com

O MOTIMImagens do Contestado

    Zumblick é o único pintor que ousou registrar nas telas os episódios do Movimento do Contestado. Num conjunto de onze trabalhos, em óleo sobre tela e em grandes dimensões, o artista ilustra a história bélica do Contestado, palco de sangrentos combates ocorridos entre 1912-1916 na região do Planalto Catarinense, tendo como causas principais:

    Os primeiros trabalhos sobre a temática "Contestado" foram: "Carga dos Fanáticos" (1956); "Monge João Maria curando doentes" (1956) e "O milagreiro João Maria" (1966), retratando os "monges" que percorreram o Planalto Catarinense, no século XIX, curando doentes, pregando a fé cristã, difundindo idéias políticas e doutrinando sob o nome de "JOÃO MARIA".
    Anos mais tarde, quando governava o Estado de Santa Catarina (1983-1987), Esperidião Amin Helou Filho promove o resgate documental, a revisão histórica da Guerra do Contestado e a identificação do Homem do Contestado - caboclo, através de um grande projeto histórico-cultural que reuniu historiadores, sociólogos, pesquisadores, folcloristas, músicos e artistas. Zumblick alia-se a essa corrente de estudiosos e estimulado pelo próprio governador Amin e pelo pesquisador Vicente Telles documenta os principais episódios do Contestado, colocando na tela, com a força de sua pintura de um expressionismo místico marcante, as paisagens, os costumes e tradições, a índole guerreira e a fé pura do homem do Contestado.

Contestado1.jpg (19114 bytes)    Contestado2.jpg (35008 bytes)
Quadros: Zumblick

O MOTIM